Polícia tailandesa prende suspeito de atentado à bomba que matou 21

A polícia afirmou que o detido, de nacionalidade turca, foi capturado em um apartamento

Por tiago.frederico

Tailândia - A polícia tailandesa prendeu neste sábado um suspeito ligado a um atentado à bomba no dia 17 de agosto que matou 21 pessoas e deixou mais de cem feridos em um templo hindu em Bancoc. A polícia afirmou que o detido, de nacionalidade turca, foi capturado em um apartamento no Noroeste da capital tailandesa.

LEIA MAIS: Autoridades tailandesas procuram suspeito de atentado em Bangcoc

No atentado do dia 17, a bomba explodiu às 18h30 de uma segunda-feira no templo de Erawan, uma das maiores atrações turísticas do país. As autoridades ainda não sabiam quem estava por trás do ataque. Desde maio de 2014, a Tailândia é governada por uma junta militar, que assumiu o poder depois de meses de violentos protestos contra o ex-governo eleito.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia