Grécia tem eleição disputada depois de controverso pacote de resgate

Candidatos Alexis Tsipras e Vanggelis Meimarakis pedem uma alta participação dos gregos na votação

Por marcelle.bappersi

Atenas - O político grego de esquerda Alexis Tsipras fez neste domingo um último pedido para que eleitores cautelosos o reconduzam ao poder em uma eleição acirrada, depois de um ano tumultuado em que ele cedeu a exigências europeias de austeridade para manter o país funcionando.

Tanto Tsipras quanto seu rival conservador Vangelis Meimarakis, que buscam assumir a desafiadora tarefa de capitenear o país em meio a uma crise de refugiados e a penosas reformas econômica, pediram uma alta participação na votação, que segundo as pesquisas deverá ter resultado apertado.

Esta é a terceira vez que gregos votam este ano, depois de uma eleição que colocou Tsipras no poder e de um referendo em que eleitores disseram a ele para desprezar os termos de um pacote de auxílio econômico da União Europeia, apenas para vê-lo concordar com o plano.

Com eleitores cansados e com os grandes partidos concordando pacote o pacote de resgate, há sinais de uma baixa participação na eleição, o que pode ajudar os conservadores contra o carismático Tsipras.

Sorrindo enquanto depositava seu voto em uma escola de um bairro operário no subúrbio de Atenas, Tsipras pediu que seus compatriotas estimulem uma nova era e "dêem um mandato para um governo forte com quatro anos de horizonte, que é o que país precisa".

Pesquisas na sexta-feira mostraram o partido Syriza, de Tsipras, praticamente empatado com o conservador Nova Democracia, de Meimarakis.

A votação deverá ser encerrada às 13h (horário de Brasília), seguida de uma pesquisa boca de urna, com projeção de resultado esperada para duas horas depois.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia