Bomba que derrubou avião russo foi colocada na cabine principal, diz jornal

Todas as 224 pessoas a bordo morreram. Putin prometeu caçada implacável a terroristas 'em qualquer lugar do mundo'

Por clarissa.sardenberg

Rússia - A bomba que derrubou um avião russo no Egito no mês passado foi colocada na cabine principal, não no compartimento de carga, como relatado anteriormente, segundo reportagem do jornal Kommersant nesta quarta-feira, citando uma fonte não identificada.

"De acordo com uma versão preliminar, a bomba pode ter sido colocada debaixo do assento de passageiro na janela. A operação levou à destruição e despressurização da cabine, que teve uma caráter explosivo", afirmou o jornal.

Todas as 224 pessoas a bordo de avião russo que sobrevoava Península do Sinai morreramReuters

O jornal, que citou uma fonte próxima à investigação do acidente, disse que o epicentro da explosão aparentava ser na parte traseira da cabine.

Putin promete caçar terroristas 'em qualquer lugar do mundo'

Todas as 224 pessoas a bordo morreram. O presidente russo, Vladimir Putin, prometeu caçar os responsáveis pela explosão de um avião comercial russo sobre o Egito e intensificar os ataques aéreos contra militantes islâmicos na Síria, depois de o Kremlin concluir que uma bomba destruiu a aeronave no último mês.

"Iremos encontrá-los em qualquer lugar do planeta e puni-los", afirmou Putin em uma reunião no Kremlin, transmitida pela televisão nesta terça-feira. O serviço de segurança FSB rapidamente anunciou uma recompensa de 50 milhões de dólares por informações sobre os autores da ação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia