Estado Islâmico divulga foto de bomba que teria derrubado avião russo

Todas as 224 pessoas a bordo morreram. Imagem mostra uma lata de refrigerante e o que parece ser um detonador

Por clarissa.sardenberg

Egito - Uma revista do Estado Islâmico divulgou uma foto nesta quarta-feira do que afirma ser a bomba improvisada que derrubou um avião de uma companhia aérea russa sobre a península do Sinai, no Egito, no último mês. Todas as 224 pessoas a bordo morreram. 

Estado Islâmico divulgou em revista online foto de bomba que teria derrubado avião russo no Sinai Reprodução Internet

A foto mostra uma lata de refrigerante Schweppes Gold e o que parece ser um detonador e um interruptor num fundo azul.

Bomba que derrubou avião russo foi colocada na cabine principal, diz jornal

O grupo publicou ainda uma foto do que afirma serem passaportes que pertenciam a russos mortos "obtidos pelos combatentes da guerra santa". Não foi possível verificar imediatamente a autenticidade das fotos divulgadas online na revista Dabiq.

A bomba que derrubou um avião russo no Egito no mês passado foi colocada na cabine principal, não no compartimento de carga, como relatado anteriormente, segundo reportagem do jornal "Kommersant" nesta quarta-feira, citando uma fonte não identificada.

Putin promete caçada 

O presidente russo, Vladimir Putin, prometeu caçar os responsáveis pela explosão de um avião comercial russo sobre o Egito e intensificar os ataques aéreos contra militantes islâmicos na Síria, depois de o Kremlin concluir que uma bomba destruiu a aeronave no último mês.

"Iremos encontrá-los em qualquer lugar do planeta e puni-los", afirmou Putin em uma reunião no Kremlin, transmitida pela televisão nesta terça-feira. O serviço de segurança FSB rapidamente anunciou uma recompensa de 50 milhões de dólares por informações sobre os autores da ação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia