Por rafael.souza

Cairo -  Pelo menos 14 pessoas morreram perto da meia-noite, entre eles uma mãe e seus três filhas, e dois continuam desaparecidas nesta sexta-feira, após o naufrágio de barco no rio Nilo, na província egípcia de Baheira.

A embarcação, com 17 passageiros a bordo, viajava entre as cidades de Sandiyon e Deirut, cada uma em uma margem do Nilo, no norte do Egito.

As equipes de resgate fluvial acharam 14 corpos, um jovem foi atendido no hospital e dois continuam desaparecidos.

O resgate continua a operação de resgate na região, enquanto as autoridades anunciaram que indenizarão as famílias das vítimas mortais com 10 mil libras egípcias (cerca de R$ 5.200).

As causas do acidente ainda não foram confirmadas. Este tipo de acidente é relativamente comum no Nilo, sobretudo pelo precário estado das embarcações e ao excesso de viajantes. 

Você pode gostar