Ricardo Cota: Vitória do cinema

A partir de um acordo entre prefeitura e proprietário, os cines Leblon e Odeon continuarão em funcionamento

Por bferreira

Rio - Valeu a resistência. Depois dos apelos de produtores, distribuidores, da opinião pública em geral e sobretudo da Associação de Moradores do Leblon, a Prefeitura do Rio sensibilizou-se e resolveu dar especial atenção ao lamentável fechamento de duas das mais importantes salas de cinema de rua do Rio de Janeiro: os cines Leblon e Odeon. A partir de um acordo conjunto entre prefeitura e proprietário os cinemas continuarão em funcionamento.

O acordo observa basicamente duas das principais reivindicações dos setores envolvidos, privilegiando as relações comerciais mas também a relevância cultural das salas de rua como patrimônio público da cultura carioca. A perda das salas de cinema representam um baque profundo no perfil do próprio bairro, cuja balança, no caso dos fechamentos, pende para um superaquecimento do comércio de varejo em detrimento de tradicionais redutos culturais.

Do ponto de vista comercial, tornar as salas de rua sustentáveis inclui aumentar as ofertas culturais. No caso do Cine Leblon o novo projeto aumenta de dois para três o número de salas e ainda garante a abertura de uma livraria e de um restaurante. Assim o Cine Leblon ganha um aspecto de centro cultural, contribuindo ainda mais para fortalecer os laços culturais do bairro. O mesmo ocorre com o Odeon, no coração da Cinelândia, cuja reforma dará nova vida ao cinema sob a direção do batalhador grupo Estação.

A grande vitória, no entanto, é a do consumidor. As novas salas do Cine Leblon e a reforma do Odeon oferecerão também uma significativa melhora na projeção dos filmes em tela. A luta pela digitalização de todas as salas do Brasil é uma luta dos espectadores. No momento em que os cinemas em todo o mundo buscam um diferencial para tirar os espectadores do conforto do lar, oferecendo projeções cada vez mais sofisticadas, inclusive de filmes consagrados, não podemos permanecer no século passado. Será bom ver os cinemas de rua renovados e acompanhando os novos tempos.

Ricardo Cota é secretário estadual de Comunicação do RJ

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia