Mais Lidas

Cláudio Magnavita: Força do interior no turismo

O sucesso do Rio na Copa e as expectativas de visibilidade na Olimpíada deixam a capital em situação singular no turismo

Por bferreira

Rio - O sucesso do Rio na Copa e as expectativas de visibilidade na Olimpíada deixam a capital em situação singular no turismo. A nova fronteira é acelerar a interiorização e compartilhar com todo o estado os avanços deste protagonismo. Fortalecer o turismo no interior é também fortalecer o poder de atração da capital. As possibilidades são surpreendentes. As praias oceânicas de Niterói têm tudo para se tornar a Cancún brasileira. A Baía de Guanabara possui atracadores prontos para serem reativados.

O maior equipamento urbano de Nova Friburgo, a casa de caça do Barão, está na mão da Marinha, subutilizado, e precisa ser devolvido ao município. A barragem de Ribeirão das Lages, em Piraí, permite o turismo náutico e, até mesmo, abrigar um hotel flutuante. O sítio arqueológico de São João Marcos, em Rio Claro, revela saga emocionante. Paty do Alferes é o destino dos hotéis ‘all inclusive’ das classes C e D. Valença e Vassouras podem contar a epopeia dos barões, mas precisam resgatar o sofrimento das senzalas para universalizar o seu produto turístico.

Voltando ao litoral, encontramos em Búzios, Cabo Frio, Arraial do Cabo e Rio das Ostras destinos prontos para crescer a partir do terceiro aeroporto do estado, o de Cabo Frio, pronto para receber voos internacionais. Descendo pela Costa Verde, encontramos em Angra dos Reis, Mangaratiba e Paraty base hoteleira em busca de melhor qualificação de mão de obra.

A lista do que há para se fazer é quilométrica. O interior é um universo de oportunidades. Inexiste no mundo um megadestino que, num raio de 150 quilômetros, possua tanta diversidade. O turismo é a chave para preservar a nossa história e resgatar nossa identidade. Uma multiplicidade de tarefas importantes pode ser executada, com êxito, se o estado souber apoiar as prefeituras. Trabalho que será facilitado por ter na chefia do executivo o governador Luiz Fernando Pezão, ex-prefeito e ex-presidente da Associação dos Prefeitos. O municipalismo é o segredo desta revolução que vai promover, através do turismo, mais emprego e mais distribuição de renda.

Cláudio Magnavita é secretário estadual de Turismo

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia