Mais Lidas

Editorial: Integração tardia, mas bem-vinda

A inteligência sempre foi a arma mais eficaz contra o crime

Por bferreira

Rio - A Secretaria de Segurança finaliza os trâmites para interligar as delegacias do estado, como O DIA mostrou ontem. É intrigante como algo tecnicamente simples não foi implantado antes. A bateção de cabeça — ou a falta de comunicação entre as distritais — permitiu vexames como a matança de Sailson das Graças, assassino confesso de dúzias de mulheres.

A medida, na prática, tiraria da sombra as delegacias do interior e criaria um imenso banco de dados das investigações criminais no estado. O desenvolvimento das divisões de Homicídios, que mudaram a dinâmica da elucidação de assassinatos, agora chegará a todo o estado, o que é outra vantagem.

A inteligência sempre foi a arma mais eficaz contra o crime. Dispor de informações e poder contribuir com dados encurta distâncias e economiza tempo, elementos cruciais em qualquer diligência. A população do Rio só tem a ganhar com uma Polícia Civil mais integrada e dinâmica.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia