Por bferreira

Rio - A Sociedade Brasileira de Patologia Clínica e Medicina Laboratorial alerta: menos da metade dos laboratórios de diagnóstico do país tem controles internos de qualidade. Apenas 2% passam por auditorias externas que avaliam seus processos de trabalho.

Os números ajudam a explicar a quantidade de ações na Justiça por conta de supostos erros de exames clínicos e de imagem. Pesquisa feita pelo Sindicato dos Laboratórios de Minas Gerais revela que, entre 2000 e 2007, foram abertos 1.509 processos contra laboratórios brasileiros.


Você pode gostar