PM é preso acusado de assassinar adolescente em Madureira

Sargento Duarte Carvalho Alves Júnior teria agredido jovem na cabeça com uma barra de ferro de dois metros

Por cadu.bruno

Rio - O sargento do 17º BPM (Ilha do Governador) Duarte Carvalho Álvares Júnior, conhecido como Melão, 37 anos, foi preso na manhã desta terça-feira, em casa, em Madureira, pela Divisão de Homicídios (DH). Ele não resistiu à prisão.

Sargento da PM é preso acusado de matar adolescente de 17 anosSeverino Silva / Agência O Dia

O militar é acusado de matar Guilherme do Nascimento Oliveira, de 17 anos, no dia 21 de abril, durante uma briga no local conhecido como Baixo Madureira.

Segundo as investigações, o PM agrediu o adolescente na cabeça com uma barra de ferro de dois metros. A vítima teve fratura de crânio e a tomografia apontou uma rachadura enorme na cabeça de Guilherme.

O jovem chegou a ser levado para o Hospital Salgado Filho, no Méier, onde morreu dia 25 de abril. Guilherme foi golpeado na cabeça ao socorrer um amigo que havia sido agredido e estava caído no chão.

Vítima tentava socorrer amigo

De acordo com as investigações, o PM só não bateu mais em Guilherme porque um amigo da vítima o socorreu tendo sido agredido também. De acordo com as testemunhas, o adolescente não estava envolvido na confusão e foi agredido gratuitamente pelo PM.

Na época, pessoas contaram que o policial alegou que estava se defendendo de um chute que tomara por trás da vítima, mas a maioria das testemunhas negou o fato. O crime foi registrado na 29ª DP (Madureira) como lesão corporal no dia do fato.

Sargento da PM agrediu adolescente na cabeça com uma barra de ferro de dois metrosSeverino Silva / Agência O Dia

De acordo com as investigações, a família estava inconformada com o fato do assassino ser conhecido e quase dois meses depois não ter sido preso, então em junho, o caso foi avocado para a DH que pediu a prisão do PM sexta-feira que foi concedida pelo juiz da 4ª Vara Criminal.



Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia