Informe do Dia: O drible na Lei Seca do Maracanã

Bares encontram jeito para manter venda de bebidas em dias de jogos

Por raphael.perucci

Rio - Donos de bares no entorno do Maracanã encontraram um jeito de driblar a lei que proíbe a venda de bebidas alcoólicas no período que começa duas horas antes dos jogos e termina duas horas depois do apito final.

O recurso é bem simples: muitos tratam de abaixar as portas de seus estabelecimentos na hora em que a Lei Seca entra em vigor. Que está fora não entra, quem está dentro fica — e continua a beber à vontade.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia