Acusada de falsificação é presa na Ilha

Mulher foi condenada a 14 anos de prisão por crimes

Por thiago.antunes

Rio - Policiais Federais prenderam, nesta sexta-feira, uma mulher de 33 anos na Ilha do Governador, Zona Norte do Rio, acusada de falsificação de dinheiro e documentos. A acusada, condenada a 14 anos de prisão, estava foragida.

Em dezembro de 2007, ela foi acusada de ter em sua residência cédulas de reais falsas, carteiras de identidades falsas, espelhos de carteiras de identidade em branco, documentos pessoais de destinados à falsificação, documentos bancários e pessoais particulares, cartões de crédito e certificados de licenciamento de veículos falsos.

A foragida já que utilizava diversos nomes fictícios e vários números de CPF. Ela levada para o Complexo Penitenciário de Bangu, na Zona Oeste do Rio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia