Polícia Civil prende acusado de homicídio em São João de Meriti

Também foi cumprido mandado de prisão contra Diogo Rigaud Santos, que também teria participado do homicídio em 2012

Por adriano.araujo , adriano.araujo

Rio - Policiais da 64ª DP (São João de Meriti) prenderam nesta sexta-feira um homem acusado de homicídio duplamente qualificado praticado em São João de Meriti, na Baixada Fluminense. Ele foi preso em sua casa, no próprio município.

Murilo Antônio Fernandes dos Santos, conhecido como “Binho Já É”, 39 anos, é acusado de ter assassinado Leonardo Pereira Campelo, de 18 anos, em 2012, na Vila São João. De acordo com o delegado Delmir Gouvea, titular da 64ª DP, a mãe da vítima foi à delegacia para registrar várias ameaças de morte que vinha sofrendo de Murilo.

Os policiais localizaram Binho em sua casa, na Rua Sucupira, em São João de Meriti. Ele tentou fugir, mas foi perseguido e dominado pelos agentes, que apreenderam um revólver calibre 38, em sua residência.

Os agentes também cumpriram mandado de prisão contra Diogo Rigaud Santos, que também teria participado do homicídio. Diogo já estava preso pela tentativa de homicídio de outra pessoa, também praticado naquela região. Contra a dupla foi cumprido mandado de prisão temporária, expedido pela Justiça, a pedido da autoridade policial.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia