Rock in Rio: Seop fecha oito estacionamentos clandestinos

Na ação, 17 veículos foram multados e 16 rebocados por estacionamento em local proibido

Por thiago.antunes

Rio - Agentes da Secretaria Municipal de Ordem Pública (Seop), com o apoio de guardas municipais, voltaram a interditar oito estacionamentos clandestinos na área do Rock in Rio, nesta sexta-feira. Os locais tinham sido fechados pela Prefeitura no primeiro final de semana do festival. Os estacionamentos utilizados irregularmente estavam localizados na Estrada dos Bandeirantes, números 8.915, 8.225, 8.903, 8.933, 8.101, 8.637, na Avenida Salvador Allende, nº 4714, além da Avenida Abelardo Bueno, 106. Os agentes também apreenderam, até agora, quatro carrinhos de supermercado e cinco kg de salgadinhos com ambulantes irregulares. Na ação, 17 veículos foram multados e 16 rebocados por estacionamento em local proibido nesta sexta.

A Seop intensificou a fiscalização no entorno da Cidade do Rock e colocou, desde ontem, quinta-feira, três novas barreiras (na Estrada Coronel Pedro Correia, altura das ruas Aroazes, Jaime Poggi e Franz Weissman), além das 18 barreiras já montadas nos principais acessos ao festival: na Avenida Abelardo Bueno, próximo ao Parque Olímpico; na Cidade do Rock e na Avenida Salvador Allende, no sentido Avenida das Américas/Recreio dos Bandeirantes. A fiscalização da Seop está atuando desde o início do festival para coibir a utilização de áreas como estacionamento não autorizado e o serviço irregular de mototáxi nas imediações do evento.

No primeiro fim de semana do Rock in Rio, a Seop fechou 10 estacionamentos clandestinos no entorno da Cidade do Rock, localizados na Estrada dos Bandeirantes, na Avenida Salvador Allende e na Rua Abraão Jabour.

Desde o início do Rock in Rio, 916 veículos foram multados e 218 rebocados por estacionamento irregular na região. Também foram apreendidos com ambulantes não autorizados: 2.614 bebidas diversas, 507 camisas e camisetas, 369 capas de chuva, 85 unidades de doces, 65 óculos, 59 guarda-chuvas, 58 arcos de cabeça e bandanas, 24 pacotes de biscoito, 17 canecas, 13 bandeiras, sete carrinhos para transportar mercadorias, cinco kg de salgados, três mochilas, três pares de chinelo, três chapéus, um isopor e um tabuleiro. Um cambista que agia nas imediações da Cidade do Rock foi levado para delegacia por guardas municipais.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia