Informe do DIA: Redes e salários

Novos salários iniciais dos professores municipais são entre 41% e 77% superiores ao piso das escolas particulares

Por tamyres.matos

Rio - Os novos salários iniciais dos professores municipais são entre 41% e 77% superiores ao piso das escolas particulares. O presidente do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino, Victor Nótrica, diz, porém, que o piso é praticado por apenas 5% dos colégios privados. Segundo ele, todos os demais pagam salários maiores.

Nótrica afirma que 60% das escolas particulares do Rio oferecem pagamentos que representam, em média, o dobro do previsto no acordo coletivo. Professores até o 5º ano têm que receber, no mínimo, R$ 1.001 por 22,5 horas semanais.

Aumento real

Na prefeitura, o salário inicial para a jornada de 22,5 horas varia, de acordo com a formação de cada professor, entre R$ 1.415 e R$ 1.776. Em cinco anos, estes valores subirão para R$ 1.859 e R$ 2.332; isto, sem contar os reajustes que repõem a inflação.

Piso e teto

Nas particulares, o piso da hora/aula a partir do 6º ano é de R$ 15,12, que corresponde a R$ 2.721 por 40 horas. Na prefeitura, o salário inicial correspondente é de R$ 4.147. Em 25 anos, um professor sem pós-graduação ganhará R$ 5.247.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia