Chave de carro salva mulher de tiro no peito em Araruama

Com o impacto, objeto ficou grudado junto ao corpo

Por thiago.antunes

Rio - A chave do carro de uma gerente de loja em Araruama, na Região dos Lagos, pode ter salvo a vida dela, ontem de madrugada. Um tiro disparado contra Adriana Pires, de 36 anos, atingiu a peça de metal que ela segurava. Com o impacto, o objeto ficou grudado junto ao corpo, na altura do peito, mas não a feriu. Ela ainda levou outros quatro tiros, sendo dois de raspão, numa suposta tentativa de assalto.

O crime foi praticado por dois bandidos, por volta da meia-noite, na Rua Oscar Clarck, no bairro Mataruna. Além de Adriana, estavam no carro dela Isabela Mastra da Silva, de 22, e Cláudia Ferraz Mastra, de 45. A gerente dava carona até em casa para as duas. Segundo a polícia, os bandidos atiraram mesmo após as vítimas entregarem todo os pertences sem reagir.

Isabela, que estava no banco do carona, levou dois tiros, sendo um de raspão. A mãe dela, que estava no banco de trás, não foi atingida. Isabela e Adriana foram operadas e permanecem internadas em observação. Os criminosos fugiram levando quatro celulares.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia