Disque-Denúncia divulga cartaz de casal acusado de matar bebê no Juramento

Dupla está desaparecida desde o crime

Por thiago.antunes

Casal é acusado de espancar bebê até a morteDivulgação

Rio - O Disque-Denúncia divulgou, na tarde desta terça-feira, o cartaz do casal acusado de matar o bebê Rodrigo Lorran Marins da Silva, de 1 ano e 5 meses, com socos e chutes no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho, Zona Norte do Rio. Eduardo Souza da Silva, de 26 anos, e Renata Marins da Silva, de 23, padrasto e mãe da vítima, desapareceram após o enterro da criança.

A 29ª Vara Criminal expediu a prisão temporária dos acusados por tortura com resultado morte. A pena prevista para o crime pode chegar a até 20 anos de prisão. A 44ª DP (Inhaúma) investiga o caso.

Eduardo teria espancado Rodrigo até a morte. A mãe contou, quando chegou com o bebê em uma Clínica da Família em Tomás Coelho, que a criança teria se ferido ao cair de uma escada. Uma médica da unidade suspeitou da versão de Renata.

O bebê chegou a ser encaminhado para o Hospital Municipal Souza Aguiar, mas morreu por conta de um traumatismo abdomonal. 


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia