Ambulante atira pedra em cabine de maquinista de composição da SuperVia

Ato de violência ocorreu durante fiscalização para impedir comércio irregular no interior dos trens da estação Vila Militar

Por julia.amin

Rio - Um ambulante arremessou uma pedra em direção ao vidro da cabine do maquinista de uma composição da SuperVia que realizava viagem sentido Central do Brasil. Vidro do trem foi quebrado e a viagem teve que ser interrompida às 15h17 na estação Deodoro para que passageiros pudessem trocar de composição e o trem pudesse ser encaminhado para uma oficina. Ninguém ficou ferido.

O ato de violência ocorreu durante fiscalização para impedir comércio irregular no interior dos trens da estação Vila Militar (ramal Santa Cruz). Desde o início do ano a SuperVia intensificou o combate à prática irregular de vendas de produtos dentro dos trens e estações. Com o apoio de policiais militares do Programa Estadual de Integração da Segurança (PROEIS), a concessionária já retirou 10.509 camelôs do sistema ferroviário.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia