Dilma e Cabral participam de evento com Bill Clinton em Copacabana

Do lado de fora do Copacabana Palace, algumas pessoas protestam contra a Copa do Mundo e a presença do norte-americano no Brasil

Por cadu.bruno

Rio - A presidenta Dilma Rousseff e o governador Sérgio Cabral participam, na manhã desta segunda-feira, do Clinton Global Initiative Latin America (CGI), fórum de desenvolvimento liderado pelo ex-presidente americano Bill Clinton, no hotel Copacabana Palace, na Zona Sul. O evento, que reúne líderes políticos, do setor empresarial e organizações sem fins lucrativos, ainda conta com a presença do prefeito Eduardo Paes.

Fernando Henrique Cardoso%2C Dilma Rousseff e Sérgio Cabral no Copacabana PalaceSeverino Silva / Agência O Dia

Do lado de fora do Copacabana Palace, algumas pessoas protestam contra a realização da Copa do Mundo e a presença do norte-americano no Brasil

Primeira reunião da Fundação Clinton na América Latina, a CGI Latin America termina nesta terça-feira com mesa-redonda no mesmo local.

Algumas pessoas protestam na porta do Copacabana PalaceSeverino Silva / Agência O Dia

A agenda da CGI na América Latina enfatiza os esforços para levar adiante o progresso econômico e social da região no futuro, focando em aspectos como desenvolvimento das capacidades humanas, crescimento verde e sustentável e governança sobre tecnologia e inovação.

Os participantes vão trabalhar no sentido de chegar a planos de ação com base na discussão de questões como a revitalização de cidades latino-americanas, a criação de mais oportunidades para mulheres empreendedoras e a promoção de educação infantil.

Ex-presidente americano Bill Clinton fala para os participantes do encontroEfe

"Nos últimos 10 anos na América Latina, vimos um grande progresso. Setenta milhões de pessoas nesta região moveram-se da pobreza para a classe média. Só o Brasil e o México mostraram considerável declínio na desigualdade social. No Brasil, o Bolsa-família e o bolsa-escola ajudaram. Nossa questão é acelerar o crescimento econômico, incluindo as pessoas", disse Clinton.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia