Por bianca.lobianco

Rio - Pelo segundo dia consecutivo moradores da Rocinha tiveram que conviver com um intenso confronto. Nesta terça-feira, por volta das 16h, homens da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da comunidade foram verificar uma denúncia de um grupo vendendo drogas na localidade como Vajão, próximo à Roupa Suja. Um PM foi atingido por estilhaço no colete.

Segundo os PMs, o bando atirou contra a equipe da UPP, que reagiu aos disparos. Em nota, a assessoria das UPPs informou que não houve baleados ou prisões. A assessoria confirma que o soldado foi ferido por um estilhaço, mas que não foi atingido pelo disparo. O policiamento continua reforçado no local e buscas para localizar os criminosos foram realizadas. Porém, ninguém foi detido. O caso foi registrado na 11ª DP (Rocinha).

Na segunda-feira, outro tiroteio entre PMs e bandidos, que persistem em ficar na comunidade pacificada desde 2011, atingiu Talhes Ribeiro de Souza. Ele estava com um carregador de pistola, foi encaminhado ao Hospital Municipal Miguel Couto, na Gávea. No local do confronto, os agentes encontraram uma pistola 9mm. A autoestrada Lagoa-Barra chegou a ser fechada devido ao tiros.

Você pode gostar