Advogado diz que homem que acionou rojão está identificado

Defensor do ativista Fábio Raposo diz que vai levar nome à polícia

Por cadu.bruno

Rio - O advogado Jonas Tadeu Nunes, que defende o tatuador Fábio Raposo, disse nesta segunda-feira que já tem a identificação do suspeito de acionar o rojão que feriu o cinegrafista da TV Bandeirantes Santigago Andrade, na última quinta-feira, no Centro. O defensor disse que o nome será entregue ao delegado Maurício Luciano de Almeida, titular da 17ª DP (São Cristóvão).

"Em um determinado momento em que eu fiquei sozinho com o Fábio na delegacia, ele pediu que eu procurasse uma determinada pessoa e que esta pessoa ia me passar a identificação do rapaz. Eu já tenho essa identificação, mas eu vou passar para a autoridade policial. Eu já tenho o nome do rapaz, eu já tenho a qualificação dele e logo logo vai estar nas mãos da autoridade policial para o cumprimento da delação premiada”, afirmou o advogado em entrevista à Rádio CBN.

Fábio Raposo%2C que passou rojão a suspeito de ferir cinegrafista%2C chega à 17ª DP%2C de São Cristóvão. Ele foi indiciado por tentativa de homicídioCarlos Moraes / Agência O Dia

Ainda de acordo com o advogado, Fábio não conhece o suspeito. "Ele e o Fábio se conhecem apenas de manifestações. Eles não pertencem a nenhum grupo e eles não foram com nenhuma finalidade. Não levaram nenhum rojão. O que o Fábio declara é que o rojão foi achado, e como eles se encontraram, o rapaz pediu que passasse o rojão. Aquilo tudo é verdadeiro. Foi apenas uma inconsequência, um ato de irresponsabilidade e de negligência de acender o pavio no meio daquela confusão toda", destacou.

'Meu marido está indo embora', diz mulher de cinegrafista

"Meu marido está indo embora, eles destruíram uma familia". A declaração é de Arlita Andrade, mulher do cinegrafista da TV Bandeirantes Santiago Andrade, ferido durante protesto na última quinta-feira. Em entrevista à TV Globo, poucas horas após visitar o marido na UTI do Hospital Souza Aguiar, no Centro, Arlita fez um desabafo e condenou as ações violentas das últimas manifestações no Rio.

"Espero que estes rapazes que fazem isso pensem na mãe, na família, que a familia é tão importante. Meu marido está indo embora, pode ser outros, pode ter outra familia que pode ser destruída com isso, que façam coisa pacífica, porque só sendo pacífica a gente consegue as coisas . Não adianta esta violência, não leva a nada. Meu marido está indo embora e não há preço pra isso”, destacou.

Arlita Andrade condenou violências nas manifestaçõesReprodução TV Globo

A esposa do cinegrafista disse ter visto a entrevista de Fábio Raposo, preso neste domingo acusado de passar o artefato para uma outra pessoa, mas ressaltou a "falta de amor e violência".

“Eu vi ele pedindo desculpa, mas eu acho que o que falta neles é o amor, o amor pelas pessoas. Ele disse que foi sem intenção, que seja, mas meu marido estava trabalhando. Não tem amor dentro deles, Meu marido está indo embora, eles destruíram uma familia. Uma família que era unida, muito unida mesmo", disse Arlita, que confirmou o estado gravísismo de Santiago.

"Os médicos disseram que o estado dele é grave, de manhã disseram que teriam desligado os aparelhos porque estavam somente aguardando ou um milagre ou a morte cerebral”.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia