Por camila.borges

Rio - Em parceria com a Delegacia de Serviços Delegados (DDSD), a Ampla realizou uma blitz para combater o furto de energia em Cabo Frio, na Região dos Lagos. Equipes da distribuidora de energia percorreram a região fiscalizando residências e comércios para coibir a ação dos furtadores. Durante a ação nesta quinta-feira foram feitos 19 registros de ocorrência e dez prisões em flagrante, no bairro Unamar. Peritos da Polícia Civil com Técnicos da empresa constataram irregularidades na medição de energia das residências.

Além de ser crime, com pena prevista de um a oito anos de reclusão, os chamados “gatos de luz” afetam diretamente a qualidade do serviço prestado pela distribuidora e põem em risco a população, principalmente as pessoas que manipulam a rede elétrica. As ligações irregulares podem causar curtos-circuitos e sobrecarga na rede elétrica, ocasionando interrupção no fornecimento de energia.

Você pode gostar