PMs da UPP do Jacarezinho são baleados em confronto no Alemão

Base da UPP da Rua Canitá teria sido intensamente atacada

Por O Dia

Rio - Em mais uma ocorrência no Complexo do Alemão, dois soldados da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) do Jacarezinho foram baleados em confronto com bandidos, na Favela Nova Brasília, Zona Norte do Rio, no fim da noite deste domingo. Eles estavam no primeiro dia de plantão de reforço no policiamento nas comunidades da região. Eles foram resgatados por outras equipes. A base da UPP na Rua Canitá teria sido intensamente atacada à tiros. O Comando de Polícia Pacificadora (CPP) ainda não se manifestou sobre o caso.

O incidente ocorreu no mesmo dia da ocupação das forças de segurança do Rio ao Complexo da Maré. Segundo PMs que participaram da ação na Nova Brasília, era o primeiro plantão de policiais da UPP do Jacarezinho reforçando o policiamento no Complexo do Alemão. Um grupo entrou em confronto com traficantes no Areal, no alto da comunidade, e os dois policiais foram feridos. Colegas de farda tentaram socorrê-los e levá-los para a parte baixa, mas acabaram cercados pelos bandidos.

PMs da UPP do Jacarezinho são baleados em confronto no AlemãoFabio Gonçalves / Agência O Dia

De acordo com um policial de uma UPP, que pediu para não ser identificado, várias bases do Complexo do Alemão foram em apoio aos outros policiais. Houve intenso tiroteio de cerca de meia hora. Foi solicitado reforço ao 16º BPM (Olaria). Ainda de acordo com o PM, o Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) só chegou depois dos dois feridos já terem sido resgatados e socorridos em unidades de saúde.

De acordo com a sala de polícia do Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha, Gustavo Cordeiro, de 28 anos, foi atingido no nariz. A bala está alojada no lado direito do pescoço do PM. Apesar do local, o estado de saúde dele é considerado estável e ele não corre risco de morrer. O outro PM, identificado apenas como Moura, foi baleado no braço esquerdo. Ele foi medicado na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Complexo do Alemão. A ocorrência será registrada na 22ª DP (Penha).

Já no Complexo da Maré, a primeira madrugada depois da ocupação das comunidades pelo Comando de Operações Especiais da PM foi de aparente tranquilidade. No entanto, a equipe do DIA circulou pela Avenida Brasil por volta de 1h. Viaturas que diariamente ficavam baseadas à noite e durante a madrugada nos vários acessos às favelas não foram vistas nesses locais.

Últimas de Rio De Janeiro