Duplex de Menor P tinha móveis caros e aparelhos eletrônicos de última geração

Polícia Federal divulga fotos do apartamento de luxo onde o traficante foi preso no último dia 26 de março

Por paulo.gomes

Rio - Era num apartamento, em Jacarepaguá, Zona Oeste, avaliado em aproximadamente em R$ 600 mil que vivia um traficantes procurados do Rio de Janeiro. Marcelo Santos das Dores, o Menor P, chefe do Complexo da Maré, vivia num confortável duplex, que tinha, inclusive, uma piscina. Os eletrodomésticos de primeira linha e a decoração do apartamento mostram uma realidade completamente diferente do conjunto de comunidades que o criminoso diz gerenciar. Menor P foi preso numa operação da Polícia Federal.

O imóvel de Menor P%2C em Jacarepaguá%3A espaçoso e confortávelDivulgação / Polícia Federal

Na sala, um ar-condicionado de última geração e uma TV de plasma enorme e caríssima davam o tom do quanto o imóvel era cheio de luxo. O apartamento era um de muitos locais usado por Menor P como esconderijo. O traficante, conhecido também como ‘Poeta’, por gostar de fazer longos discursos durante os bailes na comunidade, era fã de roupas de grife e joias.

Traficante foi preso num apartamento duplex avaliado em R%24 600 milDivulgação / Polícia Federal

Para surpreender o traficante, os policiais desligaram a energia do apartamento quando Menor P se preparava para assistir ao jogo do Flamengo pelas semifinais do Campeonato Carioca. Os agentes da Polícia Federal entraram no imóvel pelo telhado e pela porta principal. Outros dez federais cercavam o edifício. Os agentes apreenderam com Menor P uma mochila com R$ 4 mil.

“Perdi. Na moral, sem esculacho”, disse Menor P aos agentes no momento da rendição. Agora, a vida de luxo e poder ficou para trás, e o traficante está numa cela do Complexo de Gericinó, na Zona Oeste.

Além de móveis caros%2C o apartamento tinha aparelhos eletrônicos de última geraçãoDivulgação / Polícia Federal
O imóvel de luxo possui até uma piscinaDivulgação / Polícia Federal


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia