Removidos de ocupação passam noite acampados na porta da prefeitura

Cerca de 30 pessoas se instalaram na Cidade Nova e mais pessoas chegaram ao local nesta manhã

Por tiago.frederico

Removida de ocupação no prédio da Oi%2C mulher grávida passou noite acampada na porta da prefeitura%2C na Cidade NovaMaíra Coelho / Agência O Dia

Rio - Um grupo, formado por cerca de 30 desalojados da "Favela da Telerj", passou a noite acampado em frente ao prédio da Prefeitura do Rio, na Cidade Nova, no Centro do Rio.

Na manhã deste sábado, mais pessoas chegam ao local e cerca de 70 pessoas já estão por lá. Eles dizem que continuarão acampados no local até receberem uma casa própria.

Nesta sexta-feira, cerca de 300 desalojados fecharam a Avenida Presidente Vargas por aproximadamente 10 minutos durante protesto em frente à Prefeitura do Rio, na Cidade Nova, por volta das 17h30.

Após reintegração de posse do prédio da Oi, no Engenho Novo, na Zona Norte, eles foram para a frente da prefeitura para tentar um acordo com algum representante e resolver o impasse.

Durante todo o ato, os portões do prédio da prefeitura permanecerão fechados. Os desalojados gritavam palavras de ordem, e faziam coros como "Queremos casa!" e "Que covardia, o país da Copa não tem moradia!" . Além do Batalhão de Choque, a cavalaria está reforçando o policiamento no local. Os manifestantes reclamaram da truculência policial durante a invasão no prédio da Oi.

SAIBA MAIS:

Policiamento é reforçado na madrugada após desocupação no Engenho Novo

Informe do Dia: Remoção poderia ter sido evitada se prefeitura tivesse comprado prédio

Em confronto, homem ficou cego e criança ainda está internada

Famílias que não têm para onde ir resistem no local

Mais de 20 detidos em reintegração de posse na Zona Norte

GALERIA DE FOTOS: Reintegração de posse termina em confronto no Engenho Novo

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia