Polícia investiga 14 PMs da Ilha

Os PMs chegaram a ser presos administrativamente por 72 horas

Por bianca.lobianco

Rio - O 17º BPM (Ilha do Governador) investiga denúncias de extorsão de 14 policiais militares a dois traficantes do Morro do Dendê, na Ilha, além do desvio de três fuzis do batalhão. Os PMs chegaram a ser presos administrativamente por 72 horas, mas, como não havia provas concretas para manter a prisão, foram libertados. A denúncia foi feita pelo site da revista ‘Veja’.

Em março, os PMs teriam liberado dois criminosos e prendido outros três com fuzil, três pistolas e 18 granadas. Segundo a denúncia, três fuzis não foram apresentados no registro da delegacia. O batalhão requisitou imagens de câmeras e GPS das viaturas.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia