Por thiago.antunes

Rio - Dia 23 de abril é de dupla comemoração no Rio. É dia do nascimento de Pixinguinha – e daí ser o Dia Nacional do Choro – e também o Dia de São Jorge! No ano de 303, o soldado romano cristão foi degolado pelo Imperador Diocleciano por não renegar a sua fé. Um dos mais cultuados santos nas tradições do Catolicismo, Umbanda e Candomblé, São Jorge receberá homenagens por toda a cidade e adjacências.

O dia começa com fiéis reunidos para assistir, às 4h30, a alvorada na Igreja Matriz, na Praça Corumbá, no Centro. Daí em diante, são inúmeras as celebrações. O que não vai faltar é reza, feijoada e samba em seu louvor, como mostramos nessa coluna dedicada a ele. Salve, Jorge!

Devotos do Samba

O Projeto Fina Batucada faz edição especial da sua roda de samba no calendário das comemorações ao santo guerreiro. O show será um encontro de bambas de diferentes rodas cariocas, que têm em comum a paixão pela percussão. Juntos, vão mostrar a força da “cozinha do samba” terça-feira, a partir das 20h30, no Trapiche Gamboa. No dia seguinte, o cantor e compositor Pecê Ribeiro, autor de ‘Velas pra São Jorge’, sucesso na voz de Zeca Pagodinho, comanda outra roda com convidados na Associação Atlética de Vila Isabel, com feijoada a partir das 13h.

Projeto Fina Batucada leva show ao Trapiche GamboaDivulgação

Caboclo satélite

Vem aí, neste sábado, o primeiro evento do Caboco Satélite, nas esquinas da Rua do Matoso com a Dr. Satamini, na Tijuca. Iniciativa de circulação de informações culturais de tudo quanto é forma de canto, a ideia é compartilhar músicas e pesquisas de quem acredita no compromisso de manter viva a história e de ajudar a desatar o nó da desigualdade da cultura. Com a participação do Coletivo Amo Vinil.

Carnavália e Sambacom

A cidade se prepara para a Copa, mas uma turma mais animada já se adianta nos assuntos momescos. Tudo pronto para a Carnavália, a primeira feira de negócios do Brasil exclusivamente sobre Carnaval, que será realizada em conjunto com o Sambacom – o primeiro encontro nacional do samba. A cadeia produtiva do Carnaval brasileiro (de rua e das escolas de samba) em debate, nos dias 31 de julho, 1 e 2 de agosto, no Centro de Convenções SulAmérica.

Assaltos poéticos

Já pensou andar por aí e ser abordado por um poema de Fernando Pessoa ou de Olavo Bilac? Os atores João Pedro Fagerlande e Julia Pastore abordam os passantes e declamam poemas de grandes autores com seu ‘Assalto Poético nas ruas e praças do Rio de Janeiro’. Não se assuste se se deparar com essa dupla no Sábado de Aleluia, no Parque Garota de Ipanema, ou no Domingo de Páscoa, no Largo do Machado.

Assaltos poéticos nas praças do RioDivulgação

Guerreiros de Jorge

“Jorge sentou praça na cavalaria e eu estou feliz porque eu também sou da sua companhia. Viva, Jorge!.” A festa ao santo começa com o Samba do Guerreiro, da turma do Samba do Alto do Colubandê, em São Gonçalo, grande encontro de sambistas que antecipa a comemoração para o Domingo de Páscoa, com muita gente da pesada. No dia 23, Timoneiros da Viola faz sua feijoada na Arena Carioca Fernando Torres, em Madureira, com decoração inspirada nas manifestações populares do interior do Brasil, repleta de estandartes coloridos feitos a mão pela artesã Cintia Mariele, do distrito de São Jorge, em Alto Paraíso (GO).

A festa ao santo começa com o Samba do Guerreiro%2C da turma do Samba do Alto do Colubandê%2C em São GonçaloAlessandro Costa / Agência O Dia

Confetes

O violonista Zé Paulo Becker vai comandar a festa no Bar Semente no Dia do Choro, aniversário de Pixinguinha e Dia de São Jorge. A partir das 21h, noite instrumental que pode ter canjas de amigos músicos, como Carlos Malta, Yamandu Costa e Bebê Kramer.

Hoje à noite tem a quinta edição da roda de samba do Marquinho Sathan no Beco do Rato. E o convidado especial é o Adalto Magalha, com a presença também de Fred Tavares e do Grupo Merece Respeito

Supermaratona do Happy Hour New Black, baile charme que começa hoje, às 18h, no Bilhar Rio Guanabara, na Praça Tiradentes, e vai até as 4h da manhã. Muito flash back, novidades e sucessos de todos os tempos tocados no cenário black carioca, com os DJs Marcelo Peixe, Kacyq, BK e Jaime. Marcelo Brad é como convidado da noite. Mulheres têm entrada gratuita. Homens pagam R$ 10.

O coelho da Páscoa vai encontrar a criançada no Bangu Shopping, no domingo, das 14h às 20h, para muitas fotos e brincadeiras. Além das atividades lúdicas e maquiagem artística também na programação, será apresentada a peça ‘Uma história de Páscoa’, às 17h. E por falar nisso, boa Páscoa!

A máxima do Comida di Buteco, evento de gastronomia rola pelos bares do Rio, é a atração sugerida do Mani & Oca no livrinho-guia distribuído por aí: caldo boqueteiro! Criatividade pura, ato falho do redator ou alguém, por favor, me conta o que é! Cartas para a coluna.

A colunista é Rita Fernandes

Você pode gostar