Por bianca.lobianco

Rio - O corpo de um menino de quatro anos foi achado amarrado em uma máquina de lavar na casa da própria mãe, na comunidade Baixa do Sapateiro, no Complexo da Maré, nesta quinta-feira. A cozinheira Vanessa Lima dos Santos afirmou que viu seu filho Caio Henrique pela última vez na quarta-feira por volta das 20h30 durante protesto na localidade.

Vanessa Lima dos Santos%2C mãe da criança%2C deixa a 21ªDP (Bonsucesso) onde o caso foi registradoAlessandro Costa / Agência O Dia

Segundo ela, ele estava brincando próximo de casa quando ocorreu o tumulto. De acordo com os moradores, uma bomba foi lançada pela força de pacificação do Exército. Assustado, o menino correu em direção contrária a da mãe. Parentes e amigos se mobilizaram para a busca do garoto durante toda a madrugada. 

Agentes da Divisão de Homicídios estão no Complexo da Maré neste momento investigando a morte da criança. O caso foi registrado na 21ª DP (Bonsucesso). A mãe só teve conhecimento da morte do filho por volta do meio-dia desta quinta-feira e prestou depoimento na delegacia. 

Suspeito seria primo da vítima

O menor de idade suspeito de ter assassinado a vítima foi levado para a 21ª DP, no início da tarde desta quinta-feira, em um tanque do Exército. Parentes e moradores da comunidade se revoltaram com o caso e cercaram a casa onde o acusado estava. De acordo com a polícia, ele seria primo da vítima. Foi necessário cerca de 70 homens da força da pacificação da Maré para conter a população e retirar o suspeito. 

Você pode gostar