Por paulo.gomes

Rio - O prefeito do Rio, Eduardo Paes apresentou na manhã desta sexta-feira um plano operacional para o período da Copa do Mundo, que será realizada entre os dias 12 de junho e 13 de julho. De acordo com Paes, a base do transporte público neste período vai ser o metrô, com tudo funcionando em forma de integração. Linhas especiais serão criadas para facilitar o acesso ao transporte, como uma que ligará o Aeroporto Santos Dumont com a estação Cinelândia.

Paes lembrou que durante a Copa, serão decretados três feriados no Rio (18 e 25 de junho, a partir do meio-dia, e 4 de julho, integral), além de recessos escolares nos dias 16, 17, 20, 23 e 24. O prefeito garante que não haverá prejuízo econômico na cidade nessas datas.

"Os dias de jogos são muito importantes. Você cria o feriado como uma forma de facilitar a circulação na cidade. Você não causa prejuízo, porque a Copa do Mundo é um ativo importante, a economia estará aquecida com o número de turistas", disse Paes, informando em seguida que 56% dos ingressos vendidos são para turistas do exterior e que cerca de 600 mil deles estarão em todo o país durante a competição.

Durante as partidas no Maracanã, estacionamento em 20 vias próximas ao estádio serão proibidos seis horas antes dos jogos. Além disso, quatro horas antes, as vias no entorno do Maracanã estará fechada para a circulação dos veículos. Com isso, os ônibus e vans turísticos terão deixarão os torcedores na Ilha do Fundão e eles seguirão de transporte público. Como na Copa das Confederações do ano passado, os moradores vizinhos do Maracanã ganharão credenciais para circularem no local. Além disso, será proibida a venda de bebida alcoólica em dez ruas duas horas antes e duas horas depois dos jogos.

Festa no 'Alzirão' é confirmada

Eduardo Paes confirmou a realização da Fifa Fan Fest, em dias de jogos do Brasil, na Praia de Copacabana. A expectativa é que cerca de 20 mil pessoas acompanhem as partidas da Seleção no espaço que terá entrada gratuita e, segundo o prefeito, os recursos para a construção do local serão privados e públicos vindo de outros países. Paes confirmou também que a tradicional festa na Rua Alzira Brandão, conhecida como "Alzirão", vai acontecer normalmente. ""Quanto mais 'Alzirões' surgirem, mais o prefeito vai apoiar".

Você pode gostar