Brizola Neto se recusa a apoiar Pezão e diz que seu partido é a educação

Vereador diz que sua tendência é permanecer neutro e não apoiar nenhum candidato ao governo do Estado

Por marlos.mendes

Rio - O vereador Leonel Brizola Neto continua descontente com os rumos do seu partido, o PDT, que tende a apoiar a reeleição do governador Luiz Fernando Pezão, formando a chapa, encabeçada pelo PMDB, com a indicação do deputado estadual Felipe Peixoto para vice-governador.

"É praticamente impossível eu apoiar o Pezão. Sou contra tudo isso que está representado pelo PMDB. Eles querem construir presídios e eu quero construir escolas. Eu acredito num projeto de país diferente do deles", disse o vereador.

Pretendido também por Lindbergh Farias, candidato do PT ao governo do Estado, Brizola Neto disse que sua tendência, neste momento, é pela neutralidade.

"Eu acho engraçada essa disputa para ver quem fica com a máscara mortuária do Brizola. Compromisso com educação é compromisso orçamentário. É destinar 30% dos recursos para a educação pública, para mais escolas e melhores salários. O resto é trololó e disso estamos cansados. Se alguém assumir este compromisso, terá o meu apoio", avisou.

Para o vereador, o PDT deveria se preocupar com propostas, não com cargos. Atualmente, o partido, comandado por Carlos Lupi, comanda o Ministério do Trabalho, no governo federal, e as secretarias de Defesa do Consumidor, e de Trabalho e Renda, no governo do Estado. Além disso, a filha de Lupi, Clarissa Rocha, foi nomeada no início do ano para um cargo comissionado na Agetransp, agência reguladora dos transportes no Rio.

"Acho que o PDT não tem que ter cargo em governo algum, mas sim assumir o seu papel e defender republicanamante seus ideais, que são os de Brizola e Darcy Ribeiro, em defesa de uma educação que mude a cara deste país", completou.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia