Lindbergh sai de almoço com Aspásia sem conseguir apoio à aliança

Senador apostava na adesão da deputada dissidente do PV

Por thiago.antunes

Rio - O senador Lindbergh Farias, pré-candidato do PT ao governo do Estado, almoçou nesta quinta-feira com a deputada estadual do PV Aspásia Camargo, uma das dissidentes do partido que decidiu se aliar ao PT e ao PC do B para as eleições de outubro no Rio de Janeiro.

A intenção de Lindbergh era anunciar o apoio de Aspásia à aliança, mas isto não aconteceu. A deputada, que não gostou de ter seu encontro anunciado à imprensa pelo senador, não comentou o teor da reunião e deixou em aberto o seu apoio.

Lindbergh não conseguiu apoio de AspásiaErnesto Carriço / Agência O Dia

Além de Aspásia, o presidente de honra do PV, Fernando Gabeira, e o único prefeito do partido no Estado, Dr. Aluízio, de Macaé, rejeitam abertamente aliança com o PT. Gabeira acusou o governo petista de ser "80% mentira e 20% malandragem". Aluízio, por sua vez, é defensor da aliança com o PMDB do governador Luiz Fernando Pezão.

No domingo, Lindbergh terá mais uma missão: vai a Paracambi tentar convencer o prefeito Tarciso Pessoa, seu companheiro de partido, a entrar na campanha. Tarciso, assim como Rodrigo Neves, prefeito de Niterói, defendem a aliança do PT com o PMDB de Pezão.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia