Polícia encurrala traficantes em mata durante operação no Morro da Serrinha

Segundo a PM, cerca de 15 bandidos já foram presos e o Viaduto Negrão de Lima, em Madureira, chegou a ser fechado

Por paulo.gomes

Rio - O tiroteio segue intenso no Morro da Serrinha, em Madureira, na Zona Norte, por conta de uma operação de policiais do 9º BPM (Rocha Miranda), com apoio do 2°Comando de Policiamento de Área (CPA), Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope), Batalhão de Ações com cães (BAC) e Grupamento Aéreo e marítimo (GAM). De acordo com a PM, até o momento 15 pessoas foram detidas, das quais quatro ficaram feridas durante confronto com os policiais e encaminhadas para o Hospital Estadual Carlos Chagas, em Marechal Hermes.

Policiais estão desde a madrugada desta quinta-feira no Morro da Serrinha%2C em Madureira%2C realizando uma operação para coibir o tráfico de drogas no localSeverino Silva / Agência O Dia

De acordo com o comandante do 9ºBPM (Rocha Miranda), tenente-coronel Luiz Octávio Lopes, agentes do Bope, com auxílio de um helicóptero, estão na mata atrás de traficantes que estão encurralados no local. O objetivo é prender o traficante Walace de Brito Trindade, de 27 anos, conhecido como Lacosta. Ele é foragido do sistema penitenciário e apontado como o chefe do tráfico de drogas do morro.

Diversos leitores através do WhatsApp do DIA (98762-8248) enviaram relatos sobre o tiroteio desde o início da manhã desta quinta. Um leitor mandou um vídeo onde se pode ter a exata noção do confronto entre policiais e traficantes na comunidade de Madureira.

Também foram apreendidos um fuzil com a bandeira dos Estados Unidos, sete pistolas, dez granadas e aproximadamente 2.200 cápsulas de cocaína. O material será levado para a 29ªDP (Madureira). Policiais tentam cumprir vários mandados de prisão em apoio com o pessoal da 29ªDP. O Viaduto Prefeito Negrão de Lima chegou a ficar interditado por cerca de uma hora e os moradores seguem assustados com a ação.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia