Operação da Seop apreende produtos piratas em Feira livre de São Cristovão

Material foi encaminhado para Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM)

Por karilayn.areias

Rio - Uma operação da Polícia Militar na Feira livre de São Cristóvão terminou com diversos itens piratas apreendidas, na manhã de ontem. De acordo com a PM, após denúncias anônimas, policiais do 4º BPM (São Cristóvão) foram até o local, entre as ruas Monsenhor Manoel Gomes e Almirante Mariath. Eles também conseguiram deter três flanelinhas e dois menores.

Segundo o comandante do 4º BPM, tenente coronel Edison Duarte, foram apreendidos em duas barracas 419 CDs, 1593 DVDs e 205 CDs para vídeo game. Os responsáveis por elas não foram localizados, mas dois menores que tomavam conta foram encaminhados para 17ª DP (São Cristóvão). A operação contou com o apoio da Secretaria de Ordem Pública e de agentes da Guarda Municipal.

Os menores detidos foram ouvidos na delegacia e liberados em seguida. O material foi encaminhado para Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM).

Durante a fiscalização, também foram apreendidos cerca de 4 mil itens, entre aparelhos de celular, relógios, bicicletas, cordões, aparelhos de som, pendrivers, capas e porta-celular.

Os policiais também detiveram três flanelinhas que atuavam no entorno da Feira Nordestina de São Cristóvão. Edmilson Gomes Lima tinha passagem pela polícia por tráfico de drogas. Emerson da Silva Reis já foi autuado por posse de drogas, e Marcos Gregório da Silva também tinha passagem por exercício ilegal da profissão. Todos eles foram levados para a 17ª DP.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia