Dilma inaugura conjunto habitacional em Manguinhos

Cinco novos moradores do complexo receberam as chaves das mãos da presidente

Por paloma.savedra

Rio - Ao lado do governador Luiz Fernando Pezão, do prefeito Eduardo Paes e do ex-governador Sérgio Cabral, a presidenta Dilma Roussef inaugurou, neste domingo, o Conjunto Residencial Nova CCPL, em Manguinhos, construído pela Secretaria estadual de Obras com recursos do PAC (Programa de Aceleração ao Crescimento). Das 728 unidades habitacionais do complexo, o Estado já vai entregar 564 que estão prontas.

A partir do dia 9, os novos proprietários receberão as chaves. Durante a cerimônia de lançamento, apenas cinco pessoas foram sorteadas para recebê-las das mãos de Dilma, Paes, Pezão e Cabral, que também esteve rpesente no evento. 

"Entrem com a cabeça erguida nos seus apartamentos, porque foi uma conquista de vocês", disse Dilma aos novos moradoes. 

Depois de ocupar por oito anos a antiga fábrica da CCPL, que deu lugar ao conjunto habitacional,a aposentada Denair Shimidt, de 74 anos, não conteve a emoção. Ela foi uma das sorteadas e passará a morar em um dos apartamentos.

"Estou muito feliz por estar recebendo as chaves. Vou morar aqui com a minha filha e vou chamar todas as minhas amigas para a inauguração da minha casa", declarou a aposentada. 

Assim como ocorreu durante o lançamento do BRT transcarioca, nesta manhã, profissionais da Educação do Rio protestaram durante a inauguração do conjunto habitacional. Representantes do Sepe estenderam faixas e cartazes para chamar a atenção das autoridades e da população para a pauta de reivindiações da actegoria. 

Conjunto terá área de lazer 

No terreno de 51 mil metros quadrados, onde antes viviam mais de mil famílias em condições precárias, foram construídos apartamentos com dois quartos, sala, cozinha e banheiro. Além disso, o condomínio terá áreas de lazer com praça arborizada, ciclovia, espaço para recreação infantil, quadra poliesportiva e estacionamento com 74 vagas.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia