Trabalhadores da Cedae fazem greve de 24 horas nesta quinta-feira

Categoria reivindica reajuste salarial de 24%, concurso público e Plano de Cargos, Carreiras e Salários

Por thiago.antunes

Rio - Os trabalhadores da Cedae vão parar, nesta quinta-feira, por 24 horas. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Trabalhadores das Empresas de Saneamento e Meio Ambiente do Rio (Sintsama-RJ), Humberto Lemos. Os grevistas reinvidicam reajuste salarial de 24%, garantia de emprego, concurso público, Plano de Cargos Carreiras e Salários, entre outras demandas.

"É inadmissível o que está acontecendo. Éramos 13 mil trabalhadores e agora somos 6 mil. A terceirizização e o achatamento estão grandes. O legado está se perdendo e, consequentemente, os serviços prestados pioram. Vamos parar por um dia respeitando a lei, pois sabemos que nosso trabalho é essencial para a população. Esperamos sensibilizar o presidente da empresa e o governador para as nossas pautas. Não estamos parando agora por conta da Copa do Mundo, este é o mês de acordo coletivo da categoria", afirmou Lemos.

Segundo o sindicato, a Nova Cedade apresentou contra-proposta de 5,81% de reajuste e demissão de mais de 600 trabalhadores, entre este ano e o próximo. "A proposta dele, em assembleia com mais de mil trabalhadores, foi recusada por unanimidade. Não vamos recuar pelas nossas reivindicações", acrescentou o presidente do Sinstama.

A categoria organizou uma manifestação, com concentração às 11h desta quinta, no Largo do Machado. De lá, os trabalhadores pretendem seguir para o Palácio Guanabara, sede do governo estadual. 

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia