Lindberg quer se aproximar do PDT, após saída de chapa

Trabalhistas deixaram a aliança do PMDB

Por bianca.lobianco

Rio - Em seu primeiro dia de campanha eleitoral, o candidato ao Palácio Guanabara pelo PT, Lindberg Farias, afirmou que está conversando com candidatos a deputado do PDT para tentar ganhar mais aliados em sua coligação. Ele tenta angariar apoio informal do partido, depois que os brizolistas deixaram a chapa adversária.
“Tenho conversado com muitas lideranças, já falei com mais de 40 candidatos a deputado”, afirmou o petista.

O PDT saiu da aliança com o PMDB no sábado, quando o então vice Felipe Peixoto foi trocado pelo senador Francisco Dornelles (PP), a poucas horas do fim do registro das candidaturas.

O primeiro compromisso do petista foi na Feira de São Cristóvão, tradicional reduto de nordestinos na Zona Norte da cidade. Lindberg, que é paraibano, caminhou pelo local com os deputados federais Romário (PSB), candidato ao Senado, Jorge Bittar (PT), Benedita da Silva (PT) e Jandira Feghali (PCdoB).

Durante o ato, afirmou que o eixo central de sua candidatura é a Educação e prometeu ampliar a oferta de cursos profissionalizantes, focados nos jovens “nem-nem”, aqueles que não trabalham, tampouco estudam. À tarde, ele esteve em Nova Iguaçu, onde foi prefeito por dois mandatos, assistindo a uma partida de futebol.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia