Procon multa associação de servidores do Rio por venda ilegal de planos de saúde

Entidade também terá de suspender imediatamente a comercialização

Por paloma.savedra

Rio - O Procon Rio instaurou processo administrativo contra a Associação dos Servidores Públicos Estaduais, Municipais e Autárquicos do Rio de Janeiro (Aspermarj) pela venda de planos de saúde sem a autorização da Agência Nacional de Saúde (ANS). A associação terá de pagar uma multa e suspender imediatamente a comercialização de planos de saúde.

Segundo a Agência Nacional de Saúde (ANS), a Aspermarj não demonstrou capacidade nem interesse em sua regularização como operadora de planos de saúde. O Procon Estadual realizou investigação preliminar e a associação não apresentou defesa.

De acordo com o Procon, como o Código de Defesa do Consumidor (CDC) define como prática abusiva colocar no mercado de consumo qualquer produto ou serviço em desacordo com as normas expedidas pelos órgãos oficiais competentes, a autarquia notificou a associação através de ato sancionatório, que determina a aplicação de multa. O valor será calculado a partir da receita bruta da associação nos últimos três meses.

A Associação tem um prazo de 15 dias para apresentar sua defesa perante o Procon Estadual.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia