Bomba de pressão arterial paralisou circulação de trens da Supervia

Com a suspeita de ser um artefato, concessionária decidiu interromper circulação entre a Central do Brasil e Bonsucesso

Por paloma.savedra

Rio - Depois de serem acionados pela Supervia, policiais do Grupamento de Policiamento Ferroviário da Polícia Militar constataram que o objeto encontrado nos trilhos do metrô e responsável pela paralisação de 45 minutos dos trens entre a estação de Bonsucesso e Central do Brasil, nesta sexta-feira, era uma bomba de aparelho de pressão arterial. Com a suspeita de se tratar de um artefato explosivo, a concessionária teve de suspender o serviço das 12h15 às 13h, naquele trecho. 

Os policiais foram acionados pela SuperVia assim que o objeto foi encontrado. O Esquadrão Antibombas da Polícia Civil também foi até o local, mas não encontrou nada. Os policiais verificaram que o objeto não oferecia risco e a circulação dos trens foi normalizada.

Durante a paralisação da circulação dos trens, passageiros foram alertados por meio do sistema de áudio dos vagões e das estações, segundo a concessionária. Também foram distribuídos cartões “Siga Viagem” aos passageiros do ramal. Policiais do Esquadrão Antibombas estiveram no local, mas nada foi encontrado.


Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia