Corpo de soldado da UPP Fazendinha é encontrado carbonizado na Baixada

Segundo a polícia, PM e dois amigos foram torturados na Favela do Dique, em São João de Meriti

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - O corpo do soldado da PM Douglas Costa da Silva  foi encontrado carbonizado por policiais do 39º BPM (Belford Roxo) dentro de um carro no bairro Jardim Gláucia, em Belford Roxo, na manhã desta segunda-feira. De acordo com a Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP), o PM era lotado na UPP Fazendinha, no Complexo do Alemão, e estava sumido desde a madrugada. 

Corpo foi encontrado dentro do carro do PM lotado na UPP FazendinhaIvan Teixeira / Hora H

Ainda segundo comando das UPPs, o soldado foi abordado por quatro criminosos em duas motocicletas na saída de um evento em Duque de Caxias. O PM estava com dois amigos dentro do carro quando foi abordado pelos criminosos. Armado, ele teria sido reconhecido pelos criminosos. Todos foram levados para a Favela do Dique, em São João de Meriti, onde teriam sido torturados.

Os amigos do PM foram liberados após a sessão de tortura e procuraram o 15º BPM (Duque de Caxias). Buscas foram realizadas por policiais do 21º BPM (São João de Meriti) para encontrar o soldado da UPP.

O comando das UPPs informa que designou uma equipe de psicólogos para acompanhar os familiares do policial.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia