Coordenadora do TRE corre para promover eleições limpas

Magistrada faz reuniões constantes para orientar combate aos infratores

Por thiago.antunes

Rio - No comando de uma equipe com 260 fiscais, a maioria de policiais militares, a coordenadora estadual de fiscalização do TRE, Daniela Assumpção de Souza, não tem dado sossego aos políticos que optam por propaganda irregular. A magistrada faz reuniões constantes para orientar o combate aos infratores. A juíza não poupa esforços na corrida pela lisura eleitoral em todo o estado.

Daniela é coordenadora de fiscalização do TREReprodução

O trabalho de fiscalização está intenso. Centros sociais foram fechados. Qual é o maior desafio para manter a lisura na eleição?

São inúmeras as práticas de ilícitos eleitorais. Nossa estrutura é pequena e estamos empenhando todos os esforços para atender às demandas. Esperamos que esse trabalho não seja em vão e que tenha continuidade.

Fiscais já foram ameaçados. Como a senhora avalia essa questão?

Considerando as inúmeras atuações, os eventos que ameaçaram a segurança foram ínfimos, dentro da normalidade. O importante é que mantenham a atenção pautada na lei e de forma equilibrada.

A senhora é a favor das Forças Armadas para aumentar a fiscalização em áreas de risco?

A atuação ou não das Forças Armadas não cabe à Coordenadoria, só o plenário do TRE pode avaliar, como já o fez. Da nossa parte, podemos dizer que em relação ao Comando Militar do Leste no Complexo da Maré, temos tido todo o apoio.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia