Igreja católica é roubada duas vezes em São Gonçalo

Ladrões levaram equipamentos e R$ 2 mil

Por thiago.antunes

Rio - Os padres da Igreja Matriz São Gonçalo do Amarante, no Centro de São Gonçalo, estão consternados com duas invasões que a paróquia foi vítima no sábado e nesta segunda-feira. Criminosos entraram no templo, na noite de sábado, e furtaram vários equipamentos da cantina. Na madrugada desta segunda, o alvo foi a secretaria, que teve um prejuízo de R$ 2 mil em dinheiro.

No sábado, os bandidos arrombaram a porta de aço da cantina e levaram fritadeira, cafeteira, panelas, entre outros objetos. Para acessarem a secretaria, os criminosos forçaram a porta da cozinha. As informações são do delegado José Mário Salomão Omena, titular da 72ª DP (São Gonçalo).

Segundo Omena, o padre Atilano de Souza Ferreira informou que havia câmeras de segurança no local, mas os furtos não teriam sido gravados. A igreja estava fechada durante as ações dos invasores, que ainda não foram identificados. “Um grupo de investigadores vai fazer uma diligência para confirmar se as câmeras realmente não registraram nada. Também vamos checar se as câmeras da vizinhança captaram algo", explicou o delegado.

As missas ocorreram normalmente nesta segunda-feira. A Comunidade Católica de São Gonçalo do Amarante não omite sua indignação. "Este fato mostra uma crise de valores. A fé dos católicos foi desrespeitada. Perdoamos em nome de Jesus Cristo os transgressores”, declarou o diácono José Balbino.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia