Procon autua e multa 22 agências bancárias da Zona Norte

Em agosto foram 225 agências autuadas

Por thiago.antunes

Rio - Fiscais do Procon Estadual, da Secretaria de Estado de Proteção e Defesa do Consumidor (Seprocon), vistoriaram, nesta segunda-feira, 22 agências bancárias em Irajá, Vila da Penha e Vista Alegre, bairros Zona Norte do Rio, em nova ação da Operação Tio Patinhas. Todas as agências foram autuadas, serão multadas, e 21 delas têm prazo de 15 dias para colocar divisórias de privacidade nos caixas ou serão interditadas.

Na agência do Banco do Brasil localizada na Av. Monsenhor Félix, 554, em Irajá, os fiscais flagraram diversos clientes idosos e portadores de necessidades especiais se esforçando para chegar ao segundo andar, onde estão todos os caixas. A agência não possuía elevador, portanto deveria atender aos clientes com caixas no primeiro andar ou permitir acessibilidade para todos os consumidores, oferecendo um serviço eficiente e sem discriminação.

Procon autuou 22 agências durante açãoDivulgação

Um outro problema encontrado pela fiscalização em seis agências do Itaú e duas do Bradesco foi a ausência de utilização do sistema de atendimento por senha numérica. Como não era possível a verificação do tempo de atendimento por meio de senhas, os fiscais aguardaram o atendimento na fila e cronometraram o tempo de espera. Diversos consumidores relataram que, assim que os fiscais do Procon Estadual entraram na fila, o atendimento começou a ser feito mais rápido pelos caixas. Ou seja, é possível cumprir os 15 minutos legais, como previsto na Lei Municipal n° 5.254/2011.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia