TJ aprova resolução que regulamenta novo concurso público

Provas serão compostas por quatro etapas

Por thiago.antunes

Rio - O Conselho da Magistratura do Tribunal de Justiça do Estado do Rio de Janeiro aprovou a Resolução nº12/2014, que dispõe sobre a realização de concursos públicos para os cargos de técnico de atividade judiciária sem especialidade e analista judiciário, nas especialidades Psicólogo, Assistente Social, Comissário da Justiça, da Infância, da Juventude e do Idoso e Execução de Mandatos.

Os concursos serão compostos pelas seguintes etapas: prova objetiva de conhecimentos teóricos, de natureza eliminatória e classificatória; prova discursiva, de natureza classificatória ou eliminatória; comprovação de sanidade física e mental, de natureza eliminatória e comprovação dos requisitos à investidura no cargo, de natureza eliminatória.

O candidato ao cargo de técnico de atividade judiciária deverá ter ensino médio completo ou curso equivalente. O cargo de analista judiciário - especialidade Comissário da Justiça, da Infância, da Juventude e do Idoso exige graduação em um dos seguintes cursos superiores: Direito, Administração, Serviço Social, Sociologia, Psicologia ou Pedagogia. Já o cargo de analista judiciário - especialidade Execução de Mandatos, exige formação em Direito.

Posteriormente, o Tribunal de Justiça irá publicar edital com a indicação dos locais e período de inscrição, a matéria exigida, o calendário do concurso, a remuneração básica, as vantagens, as atribuições dos cargos e de suas especialidades, o quantitativo de vagas, como também as regras gerais de participação no certame.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia