Homem ataca ex-mulher a facadas e desliga aparelho respiratório da filha

Preso em flagrante, Alex Sandro Marques Silva escapou de linchamento

Por felipe.martins , felipe.martins

Rio - Um homem foi preso na tarde desta terça-feira acusado de invadir o apartamento da ex-mulher e a atacá-la a facadas, em São Gonçalo. Quando vizinhos tentaram contê-lo, ele ameaçou desligar o aparelho respiratório da filha de 4 anos, que sofre de doença neurológica e depende da ventilação mecânica para se manter viva.

Alex Sandro Marques Silva, de 39 anos, foi preso em flagrante por policiais militares. Ferida no pescoço, na barriga, nas costas e em um braço, Ana Lúcia Marques Alves, 43, foi operada. A menina também foi levada para o hospital. Segundo testemunhas, Silva arrombou o apartamento, cortou o pescoço da ex-mulher e depois a esfaqueou. Um vizinho entrou em luta corporal com o criminoso e conseguiu, com a ajuda de outros moradores do edifício, impedir que ele fugisse.

“Ele parecia bêbado ou drogado. Em um momento, fingiu estar morto e aproveitei para pedir ajuda. Saí gritando. Quando voltei, ele estava no quarto dizendo que se alguém entrasse ele iria desligar os aparelhos da filha. Covarde! Usando uma criança em estado vegetativo como escudo”, desabafou a enfermeira que cuida da menina e não quis se identificar.

Policiais militares do 7º BPM (São Gonçalo) chegaram ao local a tempo de evitar que os moradores linchassem o agressor. Na 74ª DP (Alcântara), ele foi autuado por tentativa de homicídio qualificado. De acordo com a Secretaria Estadual de Saúde, Ana Lúcia foi submetida a uma cirurgia no Hospital Alberto Torres e seu estado de saúde é considerado grave, porém estável.

A menina foi levada para o Hospital de Pediatria da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), onde ela já fazia tratamento. Testemunhas contaram que Silva rondou o condomínio. A PM foi acionada, mas a ex-mulher não quis prestar queixa. Minutos após os policiais saírem, ele invadiu o apartamento.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia