Por paloma.savedra

Rio - Agentes da 51ª DP (Paracambi) prenderam, nesta quarta-feira, o estelionatário Ubiratan Teixeira de Oliveira, de 61 anos. A prisão preventiva dele foi decretada pelo juiz da Vara Única de Paracambi, baseado em inquérito instaurado na distrital.

Segundo o delegado Marcos Santana, Ubiratan aplicava golpes em comerciantes de Paracambi, passando-se por fiscal da Receita Federal e, identificando-se com uma carteira funcional falsa. Ele exigia a apresentação de documentos, alegando a necessidade de emissão de um novo CNPJ, inclusive os dados bancários e talão de cheque.

Após a abordagem, um comparsa entrava no estabelecimento comercial e passava a distrair a vítima. Neste momento, Ubiratan se aproveitava para furtar folhas do talonário de cheques. De posse dos dados bancários e da assinatura da vítima, eles falsificavam os cheques e os descontavam na agência bancária mais próxima Antes, telefonavam para a vítima e, se passando por técnicos de telefonia, pediam que deixasse o telefone fora do gancho por 30 minutos para reparos, impossibilitando, assim, que o gerente do banco ligasse para confirmar o cheque.

De acordo com a polícia, Ubiratan é detentor de uma "vasta folha criminal", que inclui inquéritos e condenações por crimes de estelionato, praticados desde 1979, na capital, interior e diversos municípios da Baixada Fluminense e ainda nos estados de Minas Gerais e São Paulo, sendo posto em liberdade em abril deste ano. Ele foi preso no distrito de Itacuruça, em Mangaratiba, na Costa Verde

Você pode gostar