Soldado de UPP é assassinado dentro de lanchonete em Nilópolis

PM teria sido reconhecido por trio que roubaria o estabelecimento

Por marcello.victor

Soldado da PM%2C Márcio Coelho de Andrade foi morto dentro de uma lanchonete em NilópolisDivulgação / WhatsApp O DIA

Rio - O soldado da Polícia Militar, Márcio Coelho de Andrade, de 24 anos, foi morto a tiros no fim da noite deste sábado, no bairro de Olinda, em Nilópolis, na Baixada Fluminense.

De acordo com o 20º BPM (Mesquita), ele era lotado na Unidade de Polícia Pacificadora (UPP) da Camarista Méier, na Zona Norte do Rio, e estava de folga.

Segundo o Serviço Reservado (P-2) do 20º BPM, o soldado entrou na lanchonete Elite do Suco, na Estrada Nilo Peçanha, 246, por volta das 23h10. Minutos depois, três ocupantes de um Logan prata, que estava parado a algum tempo próximo a lanchonete, entraram no estabelecimento.

Segundo as primeiras investigações da polícia, o objetivo do trio era roubar a loja. Márcio, porém, teria sido reconhecido como PM e acabou morto. Os assassinos fugiram em seguida.

Policiais da Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense (DHBF) assumiram o caso e estão realizando uma perícia no local do crime. Investigações dão conta de que o traficante Celso Pinheiro Pimenta, o Playboy,de 32 anos, chefe do tráfico de drogas no Complexo da Pedreira, bairro vizinho, teria ordenado a execução de PMs que trabalham ou moram na região.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia