Cedae diz que não vai faltar água

Sistema Guandu garantiria o abastecimento, apesar da estiagem

Por thiago.antunes

Rio - O presidente da Cedae, Wagner Victer, garantiu ontem que a Região Metropolitana não corre risco de sofrer com a falta d’água, apesar da estiagem. Segundo ele, a água que vem do Sistema do Guandu tem uma concepção de engenharia diferente da estrutura de São Paulo, que usa reservatórios: “O Guandu trabalha com produção contínua de transferência de água do Rio Paraíba do Sul”.

Victer salientou ainda que a estação está tendo uma produção com picos de 45 mil litros por segundo — acima da vazão normal que é de 43 mil litros por segundo. A garantia de que não haverá desabastecimento foi dada na inauguração de obras em Pedra de Guaratiba. Lá foram instalados 4,2 quilômetros de tubulações, em um investimento de R$ 4 milhões.

Na semana que vem, a Cedae inaugura obras no Complexo do Turano; no Sistema de Guarabu, na Ilha; e nos municípios de Itaipuaçu e Inoá, em Maricá. Outras melhorias estão sendo executadas, segundo Victer, em Bangu, Barra de Guaratiba, Campo Grande, Guaratiba, Santíssimo e Santa Cruz. Para Nova Iguaçu e Duque de Caxias, Victer destacou que há um contrato assinado entre os governos federal e estadual, no valor de R$ 3,6 bilhões.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia