Polícia recolhe 15 mil produtos piratas em camelódromo de São Gonçalo

De acordo com os agentes, foram encontrados diversos produtos como calçados, roupas, relógios, CD´s e DVD´s

Por thiago.antunes

Rio - Policiais da Delegacia de Repressão aos Crimes contra a Propriedade Imaterial (DRCPIM) realizaram, nesta sexta-feira, uma operação no camelódromo de Alcântara, no município de São Gonçalo. A ação apreendeu 15 mil produtos falsificados. Três pessoas foram autuadas em flagrante pelo crime de violação de direito autoral qualificado.

De acordo com os agentes, foram encontrados diversos produtos como calçados, roupas, relógios, capas para celulares, além CD´s e DVD´s de shows, filmes, jogos e programas de computador. Também foram apreendidos brinquedos com imagens de personagens infantis e de desenhos animados.

Segundo a delegada Valéria Aragão, titular da especializada, após cinco dias de monitoramento, os policiais identificaram as barracas em que eram comercializados os produtos. A ação realizada hoje foi acompanhada por dois advogados de um escritório que representa algumas empresas detentoras de direitos autorais violados pelos criminosos.

O Centro de Operações da Prefeitura do Rio informa que a Estrada do Campinho, sentido centro de Campo Grande, está liberada na altura do restaurante Craque do Pão, após incêndio em ônibus. Tráfego na região apresenta retenções, neste momento.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia