Por thiago.antunes

Rio - O escândalo na Petrobras reforçou a posição de grupos mais à esquerda do PT, que há algum tempo criticam alianças feitas pelo partido e os métodos utilizados para garantir maioria no Congresso Nacional.

Representantes dessas correntes têm esperança de ganhar maior participação no próximo governo Dilma Rousseff — isto, como forma de contrabalançar o desgaste que as sucessivas denúncias de corrupção causaram à tendência que dá as cartas no PT, a CNB (Construindo um Novo Brasil).

Núcleo duro

Há no PT a expectativa de que dois representantes da esquerda, Miguel Rossetto, da Democracia Socialista, e Jaques Wagner, da Mensagem ao Partido, ocupem cargos centrais no novo governo.

Grana curta

Prefeitos de cidades da Baixada e do interior tentam esticar dinheiro neste fim de ano. Temem que não haja recursos para pagar o décimo-terceiro de funcionários.

Farra dos cursos

Técnicos do Tribunal de Contas do Estado descobriram que, de 2010 a 2013, a Câmara de Seropédica gastou R$ 99.242 com supostos cursos de capacitação promovidos pelo Instituto Capacitar/União Nacional de Vereadores. O TCE está passando um pente-fino nessas atividades, sempre realizadas em cidades turísticas.

Gol do zagueiro

Campeão brasileiro pelo Botafogo em 1995, o ex-zagueiro Gonçalves assumirá uma cadeira de vereador no Rio caso Cesar Maia vá mesmo para o secretariado de Pezão.

Ninguém vai faltar

Prefeitos têm recebido convites para participar de comemoração pelos 70 anos da Polícia Federal. Por via das dúvidas, ninguém quer fazer desfeita.

Você pode gostar