Polícia prende homem acusado de ter ligação com a milícia

Alex Oliveira da Silva estava foragido da Justiça e já havia sido condenado por homicídio qualificado e ocultação de cadáver

Por paulo.gomes

Rio - Um homem acusado de integrar uma milícia que atua na Zona Oeste foi preso na quinta-feira por agentes da 35ªDP (Campo Grande). Alex Oliveira da Silva, 37, estava foragido e já foi condenado a 12 anos de prisão por homicídio qualificado e ocultação de cadáver.

O suspeito tinha três mandados de prisão expedidos contra ele. Uma das acusações se trata de uma tentativa de homicídio ocorrida na noite de 8 de julho com a participação dele e de mais quatro homens que também seriam milicianos.

O denunciante contou na delegacia que estava em seu veículo com sua esposa, seu filho de um ano e seu enteado de oito anos quando foi emboscado no acesso para a Avenida Brasil, em frente ao quartel dos Toneleiros, em Campo Grande. Quatro dos cinco ocupantes do carro que o seguiam dispararam contra ele, que seguiu em direção à via expressa para tentar escapar. Os acusados perseguiram a vítima e atiraram contra seu carro novamente, para logo depois fugir no sentido Centro do Rio.

De acordo com a polícia, os suspeitos moram no Bairro Santa Margarida, em Campo Grande, numa localidade conhecida como Casinhas. O denunciante e seus familiares não ficaram feridos durante o ataque. A polícia não divulgou a motivação do crime.

Uma assinatura que vale muito

Contribua para mantermos um jornalismo profissional, combatendo às fake news e trazendo informações importantes para você formar a sua opinião. Somente com a sua ajuda poderemos continuar produzindo a maior e melhor cobertura sobre tudo o que acontece no nosso Rio de Janeiro.

Assine O Dia